Mobile World Congress 2016: MI5 Global Launch Event

 OI GENTE!
Obviamente o continente Americano ficou em desvantagem com o horário do evento, mas mesmo assim acompanhamos e fizemos esta postagem resumida para que todos nós tenhamos acesso às informações básicas – até porque não vou ficar babando pelo smartphone sozinha, né? Então, vamos lá!

Primeiro, vejam este vídeo sensual do Mi5!

 

 

O MI5 conta com:12742470_1017581031610823_751470388996959852_n

  • Display 5.15 polegadas Full HD com 16 LED Light
  • ULTRA LEVE, 129 gramas
  • Qualcomm Snapdragon 820 – Standard: 1,8GHz  High: 2,15GHz  Pro: 2,15GHz
  • GPU Adreno 530
  • Memória RAM LPDDR4 – Standard: 3GB  High: 3GB  Pro: 4GB
  • Memória Interna – Standard: 32GB  High: 64GB  Pro: 128GB
  • Câmera Traseira de 16Mp, Dual tom (flash), 4-axis OIS estabilização ótica em quatro eixos, 4K.
  • DTI Image Enhacement
  • Câmera Frontal de 4Mp com sensor 2,0 m.
  • Corpo do aparelho – Standard: Glass  High: Glass  Pro: 3D Ceramic
  • Quick Charge 3.0, isto é, 80% da bateria em 30 minutos
  • Bateria de 3000mAh
  • Sensor de impressão digital
  • 4G+ 600Mbps velocidade de download, voLTE
  • Full Feature NFC
  • UFS 2.0 Flash
  • USB Type-C
  • MIUI 7 baseado no Android 6.0 Marshmallow

12742514_1119632341415531_8803607348058784885_n

12742567_1017585801610346_8738065447388120329_n

12744484_1017585728277020_812669360914580430_n12670911_1017585911610335_3682323125816558705_n803701790_14352_17563270784235928235

12743771_1219559524724868_1597093784694005899_n

702219130_99919_2137077683321827421


802610116_67414_11638177355858363994

 

 

803707962_14020_14653672052851714350

802232455_66858_262212014265266251803707554_14695_10136728283200466730

803707852_14275_13085944689215489061
702228961_117197_10414784729258815978

 

802207119_69633_2828244124515712405

Captura de tela de 2016-02-24 10-22-33

O Snapdragon 820 é duas vezes mais rápido e consome a metade da bateria comparado ao 810!

Caso queira ver uma foto tirada pela câmera traseira do Mi5:
172029jxk7mm87d8jmq67m

 A Xiaomi já tem mais de UM MILHÃO DE REGISTRADOS querendo comprar o Mi5!

A primeira venda está marcada para o dia primeiro de março na China. O que acharam deste aparelho? Impressionante, não é? Que tal participar de uma campanha pra trazer o smartphone para cá?

Ah, já ia me esquecendo, fecharei a postagem com o Antutu Score do Mi5:

Cb93VqQXEAAvkYx

[Tutorial rápido] Verificando o status do bootloader

O bootloader nos Mi devices ainda é um assunto muito debatido entre seus usuários: meu dispositivo é bloqueado? Não é bloqueado? Como eu verifico?

Pensando nisso, a Equipe MIUI Brasil desenvolveu este passo-a-passo para que você verifique com exatidão o status do seu bootloader 😉

Lembre-se: atualmente, apenas os telefones Redmi 3, Redmi Note 3, Redmi Note 3 Pro, Mi 4C, Mi 5 e Mi Note Pro possuem o bloqueio!

Faça o download do Minimal adb & fastboot para o seu computador, clicando aqui, e instale-o.

Faça o download do Mi Flash para o seu computador, clicando aqui, e instale-o. Isto será necessário para que os drivers de ADB e Fastboot sejam instalados. Caso você possua o Mi PC Suite instalado em seu computador, este passo poderá ser ignorado.

2016-02-24 (5)

Execute o Minimal ADB and Fastboot, instalado anteriormente.

Conecte o telefone ao computador no modo Fastboot. Para isto, desligue-o completamente, segure o botão Volume -, e pressione o botão Liga/Desliga até a Tela de Fastboot ser exibida.

 

2016-02-24

Confirme a conexão do dispositivo digitando o comando fastboot devices na tela do Minimal ADB and Fastboot. O dispositivo deverá aparecer como exibido acima, com um número de série único seguido da palavra fastboot. Caso não seja exibido, repita a instalação do Mi Flash ou execute o Mi PC Suite antes de executar o Minimal ADB and Fastboot.

 

Para conferir se o telefone está ou não com o bootloader bloqueado, digite fastboot oem device-info. A saída deste comando irá informar sobre o status do bloqueio, conforme abaixo:

 

2016-02-24 (3)

Dispositivo com o bootloader BLOQUEADO

—————

2016-02-24 (1)

Dispositivo com o bootloader DESBLOQUEADO

Caso o bootloader esteja bloqueado, será necessário solicitar o seu desbloqueio. Criamos um tutorial para auxiliar neste procedimento.

Dispositivos como o Redmi 2/Redmi 2 Pro podem informar incorretamente o status do bootloader. Para ter certeza de que o dispositivo está ou não bloqueado nestes modelos, você pode redefinir o telefone para os padrões de fábrica com o comando fastboot erase userdata. Este comando apagará todos os dados do telefone, inclusive da memória interna. Caso o bloqueio exista realmente no dispositivo, você não será capaz de usar este comando, recebendo uma mensagem de erro. Se conseguir usá-lo (recebendo uma mensagem de OKAY ao término dele), significa que o status do bootloader exibido anteriormente é incorreto, e o dispositivo não está bloqueado. Para instalar suas ROMs, você poderá utilizar o fastboot ou o recovery normalmente, lembrando apenas que para o DOWNGRADE (passar de uma versão mais nova para uma versão mais antiga) de ROMs MIUI só é possível através do fastboot.

Caso o bootloader esteja desbloqueado, você poderá instalar sem problemas custom ROMs em seu dispositivo 🙂

Repetindo: apenas os telefones Redmi 3, Redmi Note 3, Redmi Note 3 Pro, Mi 4C, Mi 5 e Mi Note Pro (tanto versões chinesas quanto versões globais) possuem o bootloader bloqueado.

Lembrando sempre que ao instalar uma ROM chinesa em um dispositivo que já foi desbloqueado irá bloquear novamente o bootloader, e cada dispositivo só pode ser desbloqueado 1 vez a cada 30 dias! Tenha atenção redobrada ao instalar ROMs em seus telefones 🙂

[Changelog & Download] – MIUI Brasil 6.2.19

Mais uma semana, mais uma atualização 🙂

Abaixo você confere as mudanças da versão 6.2.19:

[Changelog – MIUI Brasil 6.2.19]

[Sistema]
Correção – Ícones do Alipay não eram carregados em alguns casos

[Tela inicial]
Otimização – Adicionada pesquisa web na pesquisa global do sistema

[Gerenciador de Arquivos]
Novo – Encontre vídeos populares ou em destaque de forma facilitada
Novo – Recurso para transferência de arquivos entre dispositivos sem utilizar a internet
Novo – Adicionados atalhos para downloads e arquivos ocultos na lista de categorias
Novo – Layous para a visualização do armazenamento redesenhada para torná-la mais informativa
Novo – Novos recursos para pastas ocultas
Novo – Veja arquivos ordenados por apps usados frequentemente
Novo – Layout de carda redesenhado

O download via OTA pode ser feito diretamente pelo dispositivo, caso você já possua uma ROM MIUI Brasil instalada em seu dispositivo.
Caso não tenha ainda a ROM, faça o download para o seu dispositivo clicando aqui.

Dispositivos suportados:
Xiaomi Mi 4i, Redmi 1S W, Redmi 1S TD, Redmi 2W, Redmi 2TD, Redmi 2A e Redmi Note 2 🙂

[Changelog & Download] – MIUI Global Developer 6.2.2

Foi lançada hoje a versão 6.2.2 Developer (Beta) da MIUI Global! Abaixo, você confere as mudanças e faz o download da versão mais recente para seu Mi Device 😉
Os dispositivos que possuem suporta para esta atualização são o Xiaomi Mi Pad, Redmi 1S, Redmi 2/Pro, Redmi Note 2 e Redmi Note 4G.

 

MIUI 7 Global Beta ROM 6.2.2 Changelog


[Tela de bloqueio, barra de status e aba de notificações]
Correção – Menu do botão Liga/Desliga não podia ser operado no Modo de acessibilidade

[Tela inicial]
Correção – O sistema solicitava que pastas fossem renomeadas quando abertas pela primeira vez após uma reinicialização
Correção – Ícones que desapareciam e retornavam apenas após a reinicialização foram corrigidos

[Backup]
Otimização – Novo design para o Mi Mover

[Gerenciador de Permissões]
Novo – Gerenciamento de permissões facilitado com atalhos para restrição de permissões específicas em um só toque

 

Para fazer o download da atualização para o seu dispositivo, clique aqui.
Lembre-se: Esta não é a nossa custom ROM! É a versão OFICIAL Global da Xiaomi 😉

com.android.phone parou ou travamentos: Fazer um “wipe”? Quê?

Oi gente!

Aposto que vocês já se depararam com a situação após a troca de rom em que após ligar o smartphone, a tela começa a piscar erros como “com.android.phone parou” ou até mesmo aquela travada monstra que tu não sabe o que está acontecendo. Tu ficas sem saber o que fazer e perguntas no fórum e eles simplesmente respondem como se fosse algo que se faz todo dia: _Faz um wipe aí.

O que é esse “wipe”, né? Vou responder essa pergunta a medida que ensino vocês a executar tal função, então, vamos lá!

Observação: Este passo-a-passo será feito no redmi 2/ PRO, caso seu modelo seja diferente, por favor confirme se o atalho é o mesmo. 

**Se quiser ir via aplicativo ao invés de usar os botões, é só seguir: Aplicativo atualizações > três pontinhos lá no canto direito de cima > Reiniciar para o Recovery.

DESLIGUE O APARELHO e pressione o botão volume + e o botão power juntos para acessar o recovery. O botão volume – e o botão power juntos entra no fastboot. É pra ignorar mesmo a sujeirinha, esqueci de limpar pra poder tirar uma foto decente.

 

IMG_20160217_011241_mh1455679754485

Não tem segredo, toque em recovery para entrar no MI Recovery. Cuidado para não entrar em qualquer outra coisa.

Agora, a partir desta tela, O TOUCH SCREEN NÃO IRÁ FUNCIONAR, use os botões de volume + (para cima) e – (para baixo) para se orientar e use o botão power para selecionar a opção.

IMG_20160217_011318_mh1455679902913

Selecione ENGLISH – a não ser que tu sejas bom em chinês, aí fica a teu critério – pois esta será a linguagem que eu usarei para orientar nesta postagem.

IMG_20160217_011345_mh1455680014888

Agora explicarei parte por parte do que cada botão faz.

IMG_20160217_011400_mh1455680399684

  • Reboot: Ele vai te dar opção para reiniciar e voltar para o sistema.
  • Wipe & Reset: O alvo desta postagem, ele será discutido na próxima imagem.
  • Install update.zip to System: Se tu deixares uma atualização na raiz da memória interna com o nome update.zip, ele irá procurá-lo e instalá-lo.
  • Power Off: Ele irá desligar o smartphone.

IMG_20160217_011416_mh1455680492987

 WIPE & RESET

  • Wipe Cache: O cachê, nada mais é do que alguns dados salvos para que eles possam ser carregados mais rápido. Porém após uma atualização, pode haver excesso de dados ou até mesmo dados inúteis e recarregamento de novos dados, fazendo com o que o aparelho comece a ficar lento. Esses mesmos dados podem entrar em conflito com outros e causar muitos outros problemas. Esta opção irá apagar o cachê.
  • Wipe User Data: User Data são os dados do usuário, muitas vezes, ao dar downgrade, esses dados começam a conflitar com muitas coisas, e para resolver nos resta a única opção: resetar o aparelho. E para isso, geralmente, usamos a combinação Wipe Cache e Wipe User Data. Esta opção irá apagar os dados do usuário.
  • Wipe SD Card: Esta opção irá apagar os dados do cartão de memória. É uma solução para quando seus dados estão corrompidos – não necessariamente todos, pode ser um determinado arquivo – e o servidor de mídia começa a consumir a bateria e superaquecendo o aparelho tentando sincronizar os arquivos corrompidos.
  • Wipe All Data: Vai apagar todos os teus dados. Resetamento total. CUIDADO COM ESTA OPÇÃO.
  • Back to MainMenu: Volta para o menu principal.

 

Ao selecionar Reboot no Mainmenu, será como a imagem da esquerda:

  • Reboot to System: irá reiniciar e voltar para o sistema.
  • Back to Mainmenu: voltar para o menu principal.

Ao selecionar Wipe [alguma coisa] a imagem será como a da direita, em todas elas, selecione Yes somente se tiver certeza.

 

IMG_20160217_011445_mh1455681027520 IMG_20160217_011508_mh1455680666952

AVISO IMPORTANTE: 

  • Tu não terás problemas ao mudar de uma estável para beta, porém o inverso será problemático.
  • Tu não terás problemas ao mudar de uma versão antiga, para uma versão nova, porém o inverso será problemático.

As versões mais recentes ou que estão em constantes atualizações, não voltarão para a anterior sem ter determinadas consequências. Estes problemas como várias abas de “processo tal parou” são exemplos de reações de um downgrade, sempre que precisar fazer downgrade DEVE-SE FAZER UM RESET TOTAL.

Aproveito também para convidar vocês para participar do nosso fórum!
Espero que esta postagem ajude vocês!

Saiba mais sobre o bloqueio dos Bootloaders em Mi Devices

No lançamento do Redmi Note 3 na China, a comunidade recebeu uma notícia um tanto quanto inesperada: o novo aparelho chegaria ao mercado com o seu bootloader bloqueado. Após isso, num pronunciamento oficial da marca, foi informado que para a proteção dos dados do usuário e para fornecer maior segurança a suas ferramentas, outros dispositivos Mi também terão esse bloqueio, ocorrendo de forma gradual durante os proximos meses. Adicionados na lista agora estão o Redmi Note 3, Mi 4c e Mi Note Pro.

Abaixo, vamos entender de uma melhor forma como isso irá impactar os usuários, tanto positiva quanto negativamente:

Observação: Inicialmente, o bloqueio do bootloader acontece somente para versões chinesas destes dispositivos. Versões vendidas fora da china não terão o bloqueio implementado no momento.

O que levou a decisão pela Xiaomi em bloquear o bootloader

Embora seja uma empresa grande, a Xiaomi ainda não atua em uma quantidade considerável de países no mundo. Isso dificulta o acesso aos seus produtos por clientes que desejam adquirí-los, mas ainda não possuem canais oficiais. Sendo assim, muitos usuários compram através de canais de venda alternativos, que não são homologados pela Xiaomi. Em alguns casos, estes telefones podem ser falsificações ou telefones que possuam embarcada uma versão modificada da MIUI, contendo malwares e bloatwares do próprio revendedor, comprometendo a experiência de uso e a performance do dispositivo. No fórum internacional, um dos assuntos mais comentado é exatamente esse: produtos falsos/baixa performance em gadgets adquiridos de terceiros. Este problema também ocorre em seu próprio mercado, na China.

Um segundo ponto que levou a empresa a optar pelo bloqueio do bootloader é a segurança de seus usuários. Nas últimas versões da MIUI, tanto Chinesa quanto Global, uma parte dos esforços de assegurar os dados do telefone foi implementada. Assim, caso o telefone seja restaurado para os padrões de fábrica, será necessário inserir a senha da Conta Mi que o registrou. Como exemplo, em um telefone com o bootloader destravado, caso fosse roubado ou perdido, uma pessoa conseguiria utilizar o telefone normalmente, mesmo possuindo a funcionalidade extra de segurança da Conta Mi, bastando que um novo software fosse transferido via fastboot, por exemplo.

Levando em conta estes dois pontos, a Xiaomi tomou a decisão de fazer o bloqueio do Bootloader, além de alterações na função ‘Encontrar dispositivo’ da Mi Cloud e a lógica de verificação de atualizações do sistema. Esta combinação de mudanças fornecem uma maior segurança para o usuário. O bloqueio do bootloader não afeta a utilização normal do aparelho, ou seja, as atualizações continuam normalmente.

Além disso, o acesso root será desabilitado na ROM e, para fazer uso do root, o bootloader precisará ser desbloqueado. O modo de Recovery é alterado, sendo utilizado em conjunto com o Mi PC Suite ao invés de um menu de recovery no telefone. A instalação de ROMs via fastboot ficam bloqueadas, não sendo possível nenhuma alteração na ROM do telefone, fornecendo mais segurança e chances de se recuperar um telefone perdido. Caso o telefone seja realmente perdido ou roubado, o bloqueio poderá ser feito diretamente pela Mi Cloud, e o acesso a instalação de novas ROMs ou redefinição de padrões de fábrica também ficam restringidos.

Seguindo ainda o espírito de garantir sempre a melhor experiência para seu público, mesmo com o bootloader bloqueado o usuário poderá solicitar facilmente o desbloqueio, utilizando uma ferramenta própria da Xiaomi. Por enquanto, els está disponível apenas em Chinês, mas nos próximos dias tanto o formulário de desbloqueio quanto o aplicativo ficarão disponíveis em inglês para que todos os usuários consigam fazer o desbloqueio de forma fácil. Lembrando que esta alteração afeta inicialmente somente dispositivos que utilizam a ROM Chinesa. MIUI Global não será afetada por enquanto.

Iremos atualizar este artigo conforme obtenhamos mais informações a respeito do procedimento. Tem alguma dúvida sobre? Deixe seu comentário! 🙂

Android M começará a ser distribuído na MIUI China nesta semana

Há cerca de um mês foi anunciado pela Xiaomi China a atualização da base Android de alguns telefones da linha Mi: Mi 3, Mi 4 e Mi Note.

Durante este período, beta testers puderam auxiliar na correção de bugs em seu período inicial de desenvolvimento. Agora, o Gerente de Operações da MIUI na China compartilhou em sua conte no Weibo a confirmação de que a MIUI 7 baseada no Android M iniciará o período de beta público na versão MIUI China a partir desta semana.

Weibo

 

Informações gerais sobre o Android 6 (Marshmallow)

O Android 6.0 é a última versão do sistema operacional do Google. Anunciado inicialmente em Maio de 2015 na conferência Google I/O no codinome “Android M”, ela foi anunciada oficialmente em Outubro de 2015.

O Marshmallow foca primariamente na melhoria da performance geral do sistema e a experiência do usuário Lollipop, introzudindo uma nova arquitetura de permissões (que já existia na MIUI 6), novas APIs para assistentes contextuais, um novo sistema de gerenciamento de energia (introduzido já na MIUI 7) que reduz a atividade em segundo plano quando o dispositivo não está sendo utilizado, suporte nativo para impressões digitais e conectores USB-C, além da habilidade de transferir dados para o cartão SD e utilizá-lo como armazenamento principal.